Wilfred – 4×01/4×02 – Amends/Consequences

0
2001

A terceira temporada de Wilfred termino com um grande gancho: a descoberta por Ryan de uma estátua de um homem fantasiado (?) de cachorro, da mesma maneira como Ryan vê Wilfred. Confesso que se eu tivesse visto o final no ano passado e esperado um ano para ver a estréia da quarta temporada eu ficaria muito desapontado. A estréia da quarta temporada veio para simplesmente destruir todos os 10 minutos finais da final da terceira temporada, afinal, nada daquilo havia acontecido de verdade. Que bom que estava atrasado com a série e vi os dois episódio um atrás do outro, minha raiva foi menor.

Eu amo Wilfred. A série. Não, o cachorro. É uma comédia que não me faz rir, mas que me diverte, eu vi praticamente os últimos 9 episódios da terceira temporada de uma tacada só, porque eu gosto muito dos personagens e, principalmente, do mistério que é Wilfred. E essa temporada promete ser toda sobre a mitologia da série. Para o desavisados, essa é a última temporada da série e terá apenas 10 episódios, então os produtores tem menos tempo para tentar responder todas nossas dúvidas e dar um fim a história.

Passado o susto inicial, “Amends” foi um episódio ótimo. Eu me diverti e acredito que a mitologia da série avançou bastante. Confesso que quando vi os outros Wilfreds no início eu me assustei, a série é craque em nos levar para um caminho e, quando chegamos lá, vemos que nada daquilo era verdade e que o rumo era outro. Entretanto, o episódio foi bom para Ryan fazer as pazes com o pai dele. As condições da morte dele foram bem melhores para os dois, pois eles estavam se entendendo. Ainda me irrita o fato do tanto que Ryan deixa Wilfred manipulá-lo, e achei que ele mudaria um pouco após os acontecimentos da temporada passada, mas tudo voltou ao normal, afinal Wilfred é o nome da série e o cachorro precisa aparecer e contracenar com Ryan.

E as condições da morte de Henry Newman foram estranhas. Em Wilfred, nada é do jeito que parece ser. Por não ter visto o corpo do pai de Ryan, eu imagino que o cara esteja vivo e aparece mais lá pra frente como parte de algum plano maior para desmascarar Wilfred. E a mitologia do cachorro cada vez se complica mais: agora temos um culto que venera a imagem do meio cachorro-meio homem. Será que isso tudo é verdade? Parece que estamos chegando a algum lugar (finalmente?) nessa série.

Já em “Consequences”, vemos a história de Ryan e Jenna andar. Para isso acontecer, os produtores precisavam tirar Drew da jogada e que maneira incrível que fizeram. Esse episódio foi um dos mais engraçados da história da série. Todas as cenas foram boas e a maneira como montaram a revelação para Drew de que Ryan tinha beijado sua mulher foi muito engraçado. Aqui continuamos a acompanhar a saga de Ryan em descobrir verdades.

E, aparentemente, ele não vai se deixar levar pelas vontades de Wilfred. Por mais que o cachorro diga que quer saber das respostas, é óbvio que ele já sabe o final dessa história, ele sempre está um passo a frente de Ryan. Então, vemos Ryan, Wilfred e Drew saírem em uma jornada na floresta para tentar encontrar o lugar do culto que falamos acima. E foi muito engraçado ver Wlfred tentando liderar o caminho. Por mais chato, inconveniente e pedra no sapato seja o cachorro, suas cenas agindo feito um cachorro de verdade são sempre hilárias.

E então, Drew descobre (graças a um cego Ryan que não vê que estava perto de seu vizinho) que Jenna havia beijado Ryan, e isso faz com o que o vizinho se mude para Wisconsin. Mas quando você acha que o caminho vai se tornar livre pra Ryan, Jenna resolve ir atrás de Drew e Wilfred ficará integralmente com Ryan. Agora, fudeu. O cachorro vai manipular mais ainda seu “amigo”. E espero por isso.

No final, temos mais um pedaço do mistério. Aparentemente, o lugar do culto tem algo a ver com algum caso que o pai de Ryan estava trabalhando. Nunca se convença de nada em Wilfred, isso pode ser uma pista falsa, até porque eu estou curioso para saber como essa ideia de culto e caso de advocacia pode se ligar com as viagens psicodélicas de Wilfred. Resta-nos aguardar pelos capítulos finais.