Wilfred – 4×03 – Loyalty

0
1130

A mais um passo perto do fim da série, Wilfred dá uma pausa nos mistérios para tratar dos assuntos de Kristen. Não achei que essa pausa na trama principal da temporada tenha prejudicado o episódio, porque de um jeito ou de outro a série precisa encerrar a história dos personagens.

No episódio, Kristen se vê numa sinuca de bico quando Romero quer ter a custódia total de Joffrey (a série já fez piada com Game of Thrones por causa do nome? Não me lembro, sério, mas deveria). Logo, Ryan tenta conversar com Romero para conseguir um acordo melhor. Enquanto isso, o testamento de Henry sai e vimos como ficou a partilha dos bens (e quantos bens!). No meio disso tudo, claro, Wilfred aparece para atrapalhar a vida de todo mundo.

Um lance engraçado do episódio foi o lance do vício de Wilfred: carinhos. Eu gosto quando a série brinca com as “coisas de cachorro” e a vemos representadas no Wilfred. Melhor cena de longe do episódio foi a intervenção com os bichos de pelúcia. Bear é meu não-personagem favorito. Por mais que eu ache o Wilfred inconveniente e uma pedra no sapato de Ryan, eu gosto muito das cenas que ele faz com o Bear.

Aqui aconteceu mais uma vez o que foi recorde na temporada passada: Wilfred fazer alguma coisa que, na verdade, seria uma intenção do subconsciente de Ryan. Agora, Ryan tem um pouco de ressentimento de sua irmã devido as maluquices dela? Bem, de maluquice ele não pode julgar nada, vocês não acham?

Sobre o grande mistério da temporada (e da série), avançamos poucos. Acontece que a contadora da família não sabia nada sobre os pagamentos de 5 mil mensais que Henry fazia há pelo menos 30 anos (que seria a idade do Ryan, certo?). Entretanto, Ryan ganha a chave de um tipo de contêiner que o pai dele mantinha algumas coisas. Será que elá encontraremos algumas respostas? Espero que pelo menos ache algo sobre o culto, que é o grande mote da temporada.